Carta aberta aos “ladrões de rep”.

texto por Mike Warkentin, editor do CrossFit Journal e fundador da CrossFit 204.

Admita: você já roubou umas reps.

Talvez você já tenha roubado rounds inteiros durante o WOD. Você pode até ter mentido sobre suas cargas e o seu tempo.

Mas adivinhe: o seu coach viu. E as outras pessoas da sua aula também!

Por sorte, os “ladrões de rep” são relativamente raros no CrossFit, talvez porque, como diz Greg Glassman, “muito dos comportamentos repugnantes são tentativas de ter alguma coisa sem um determinado propósito, e os CrossFitters não acreditam que isso seja possível“.

CFJ_Cheating_Warkentin

O sofrimento físico pode corroer vagamente a moralidade, e todos nós sabemos que os ladrões existem. Ao burlar ou quebrar as regras, você com certeza pode reduzir ou acabar com a dor e, talvez, fique no topo do quadro naquele dia, o que pode parecer muito tentador quando um treino extenuante exige tudo que você tem e algumas coisas que você ainda não tem. Todos os atletas enfrentam aquele dilema dos 145 wallballs que não acertaram o alvo durante a Karen. Mas uma escolha deve ser feita naquele momento, e às vezes é difícil fazer a escolha certa. Mas todos na nossa comunidade esperamos que você se dê o no rep e refaça o exercício de forma perfeita.

Coaches definitivamente entendem que às vezes você esquece em qual round está. Nós sabemos que algumas vezes você acidentalmente escreve a carga ou o tempo errado no quadro porque o seu cérebro não está funcionamento à todo vapor após realizar a Fran. E também sabemos que você não consegue dizer se quebrou a paralela durante os 300 movimentos de Cindy. Esses são erros honestos cometidos por pessoas honestas.

Mas alguns atletas roubam. De propósito. Regularmente.

E quando você se engana, isso é seguramente notado. Por todos.

Talvez sua desonestidade não foi notada logo de cara, e talvez você não tenha ouvido a discussão logo após você colocar seu resultado no quadro e ter ido embora. Mas eventualmente seus parceiros e treinadores percebem. E nem precisam perguntar “ué, mas você não estava na frente dele?” tantas vezes para resolver o mistério.

Em um grupo de CrossFit, surgiu esta discussão: “Um atleta da minha box está roubando, e os membros e treinadores começaram a reclamar. Está arruinando a atmosfera. O que eu faço?”

Novamente, se você rouba, seu coach percebe. Você não enganou ninguém.

Mas como o seu coach te pegou? Eles sabem aproximadamente a duração para completar certos exercícios. Eles também sabem as suas habilidades e o seu nível de condicionamento físico. Quando um atleta posta seu resultado com uma média fora do esperado, o coach nota. Aquele score demonstra que o atleta teve uma evolução repentina, ou então, de novo, que ele está roubando.

Além disso, atletas competitivos sempre contam as repetições do outro, seja por hábito, ou simplesmente por checar se o outro está para trás ou “te dando uma surra.” Se você está treinando após as 17h, tenha certeza de que suas reps estão sendo contadas por um rival que chegou para a aula das 18h. Acredite e descanse segure de que todos viram o seu set de 17 kettlebell swings no último round de Helen.

Alguns coaches atacam o problema de frente simplesmente dizendo ao atleta que o score dele não está correto. Isso, é claro, “dá nome aos bois” mas, além disso, leva a alguns sentimentos e sensações ruins. Outros coaches são mais suaves ao perguntarem se o que eles escreveram no quadro está correto, o que muitas vezes leva ao ressentimento do atleta. Alguns também simplesmente ignoram pelo fato do atleta estar enganando apenas a si próprio, mas isso, muitas vezes, traz sentimentos ruins aos outros atletas da box que notam a diferença no quadro. E ainda outros, preferem ficar lado a lado ao atleta contando suas repetições em voz alta, o que também leva a alguns sentimentos ruins e um pouco de atenção dos outros membros na aula.

O ponto mais óbvio é que roubar causa todos os tipos de sentimentos ruins. Você está quebrando um contrato que une todos os membro da comunidade: nós colocamos um número no quadro, você faz aquele monte de repetições e depois fala para todos quanto tempo durou. Cumprimente os companheiros e prepare o seu shake de proteína. Amanhã, no mesmo horário, você estará ali fazendo as mesmas coisas. Honestamente.

Mas algumas pessoas simplesmente roubam. Elas roubam porque são preguiçosas, elas roubam porque querem ganhar, elas roubam porque falta o caráter moral e porque não vêem problema nisso, elas roubam porque estão confusas sobre os seus níveis de condicionamento físico, e por aí vai. As razões são infinitas – porém, todas são mentirosas.

Então, vale a pena ressaltar: todos nós percebemos quando você rouba. E nós queremos que você pare.

*matéria traduzida do site da CrossFit Journal

Revista MyBOX

A MyBOX é uma revista brasileira com edições bimestrais especializada em conteúdo relacionado a exercícios funcionais, ginásticos e de força, além de treinamentos e aconselhamento nutricional por meio de reconhecidos profissionais da área. Com uma proposta colaborativa, pretendemos unir, engajar e dar voz à comunidade adepta da modalidade fitness em todo o país através da canalização e divulgação de informações e conhecimentos relevantes para a comunidade.

Você pode se interessar também por...