Chega de falhar!

Queremos conversar sobre as falhas que cometemos dentro do box.

Neste momento, queremos falar especificamente de enfrentar seus medos e se desafiar até o ponto de cometer algumas falhas. Nós sabemos que é assim que crescemos e nos tornamos melhores, porém, tem gente que trabalha em certas habilidades e acaba falhando e errando demais!

Os erros mais comuns são erros técnicos como snatches, clean and jerks e também muscle ups. Tecnicamente isso pode acontecer com qualquer pessoa e com qualquer movimento, como seu primeiro pull up ou sua primeira subida na corda. Lembra como foi?

Neste post, vamos focar no levantamento de peso ou qualquer movimento onde é possível ajustar cargas (movimentos com peso corporal ficam de fora pois não é possível deixa-los “mais leves”).

Muitas vezes, atletas de qualquer nível falham em arrancos e arremessos e, mesmo se não for dia de RM (repetição máxima), você pode estar falhando demais!

Mas, como você sabe se está ou não falhando demais?

A resposta é simples: se você falhou mais de uma vez durante um WOD, você já está falhando demais. A questão principal é que esses movimentos são ALTAMENTE técnicos, e mesmo que você ache que consiga ir até o fim, você pode não vai conseguir manter a mesma técnica com mais de 85% da sua repetição máxima durante um período mais longo de tempo.

14-11_segunda_mybox_blog

Você provavelmente já deve ter ouvido algumas pessoas dizerem “quanto mais eu aumento o peso, mais minha técnica melhora“. Se for isso mesmo, infelizmente é necessário dizer que a sua técnica precisa melhorar de maneira geral. Se você precisa carregar barras mais pesadas para encaixar um squat snatch mas acha estranho fazer o movimento “só com o peso da barra“, quer dizer que você precisa trabalhar mobilidade e padrão de movimento, e NÃO necessariamente fazer um snatch mais pesado!

A arte do levantamento de peso pode ser quebrada em 3 diferentes componentes:

1. Técnica;
2. Confiança;
3. Força.

Técnica e confiança precisam ser as duas primeiras prioridades, uma vez que você não consegue construir nenhuma das duas errando um movimento com 80% ou 90% da sua repetição máxima.

Por isso, para quem quer melhorar, evoluir na modalidade, e quem sabe, com muita pacieência, chegar a competir, neste momento é bom falarmos sobre a “prática deliberada”. Prática deliberada é muito mais que apenas praticar livremente outros WODs dentro do box. Quando falamos sobre movimentos, é basicamente sobre isso que estamos falando quando falamos de prática deliberada:

É o fato de você posicionar uma câmera e realizar um pequeno treino específico para os exercícios em que pretende melhorar, principalmente os que já citamos nessa matéria. Gravar seus movimentos e análisa-los com o que você sabe e conhece sobre eles e comparar com referências vistas nas redes sociais e em torneios e campeonatos por aí também faz parte do que pode ser chamado de prática deliberada.

Por exemplo, realizar um EMOM (every minute on the minute) de 10 minutos realizando um snatch com 65-70% da sua carga máxima. Faça uma repetição, vá até a câmera e revise o vídeo gravado. Se você notar algum ponto onde precisa melhorar, volte para a barra com isso em mente para a próxima repetição. Faça a próxima repetição, assista e revise o vídeo novamente. Quando tudo estiver dentro dos padrões, aumente a carga.

Você deve SEMPRE criticar você mesmo. Nunca aumente a carga sem o movimento estar praticamente perfeito! Se você fizer isso 2 ou 3 vezes na semana, ou até 1 vez na semana, a sua técnica só irá melhorar, e você ainda construirá a confiança que tanto precisa, uma vez que estará acertando mais e falhando menos.

Por último, isso tudo te forçará a ser mais engajado mentalmente. Não é incomum fazer um EMOM de 15 ou 20 minutos com cargas entre 70% ou 95% do seu RM sem falhar. Isso acontece porque você praticou tais movimentos deliberadamente por semanas, meses, anos a fio, e está inteiramente focado no que está fazendo. Isso quer dizer que, quando o relógio apitar durante uma competição, você sabe com toda a certeza do planeta que conseguirá realizar aquele movimento que está prestes a fazer e sem falhar! Quem sabe até não venha um PR, como esse de Mat Fraser?

Revista MyBOX

A MyBOX é uma revista brasileira com edições bimestrais especializada em conteúdo relacionado a exercícios funcionais, ginásticos e de força, além de treinamentos e aconselhamento nutricional por meio de reconhecidos profissionais da área. Com uma proposta colaborativa, pretendemos unir, engajar e dar voz à comunidade adepta da modalidade fitness em todo o país através da canalização e divulgação de informações e conhecimentos relevantes para a comunidade.

Você pode se interessar também por...