Do aluno ao atleta

Workshop com Dmitry Klokov. Foto: Rafael Salvador.

Workshop com Dmitry Klokov. Foto: Rafael Salvador.


por Marcelo Blumenfeld, atleta da Hangar 193.

Você já parou para pensar por que seu coach se refere a você como atleta e não como um mero aluno? Confie em mim, não é porque ele espera que você seja o novo Rich Froning ou a nova Camille LeBlanc. O bom coach não se atém aos resultados, mas se dedica ao processo. Ele não espera que você seja o Rich Froning, mas espera que você se leve a sério como o campeão, e por isto, você é um atleta e não um aluno.

A diferença é que o aluno é passivo, espera do redor os seus ganhos pessoais. Ele é aquele que acha que só por estar matriculado, pisar no box, tirar selfies dos Nanos e vestir a coleção de camisetas com frases de efeito já será suficiente para os resultados aparecerem. O aluno acredita na lei do mínimo esforço, e faz o máximo para evitar o desconforto, e por isto vive uma vida morna, já morta mesmo antes de ser vivida.

Já o atleta sabe que não há vitória sem esforço, e não há glória sem dedicação. “Per ardua ad alta”, como diziam os romanos. Traduzindo, “através do esforço, às grandes conquistas”. Ele chega cedo, ele aquece, mentaliza a técnica e a prática com mente e corpo, e leva a sério o que se propõe a fazer. Ele treina com foco, pois sabe que é de lá que sairá maior.

Ser atleta é mais um estado de mente e espírito do que uma condição física por si só. Vai além do abdômen e dos músculos definidos, porque não importa quão fortes eles sejam, o seu músculo mais forte será sempre seu coração.

O que caracteriza o atleta não é a medalha, e sim a prova. A constante batalha de encarar desafios e vencer adversidades com determinação, dia após semana, após mês, após ano. A excelência não é um ato, e sim um hábito. Por isto, o verdadeiro atleta não ruge apenas na arena, ele vive como um.

Como Mandela disse, “Não há nenhuma paixão em subestimar-se – em acomodar-se a uma vida menor do que a qual você é capaz de viver.”. Você não se dedica mais ou menos no trabalho que te qualifica, nem cuida mais ou menos dos seus filhos que te faz pai ou mãe. Afinal, aquilo ao qual nos dedicamos hoje é o que nos tornará eternos, uma vez que o corpo se for. A virtude reside apenas na plenitude, na atenção aos detalhes, seja nas partes legais do WOD ou nas partes chatas de aquecimento, técnica e mobility. Portanto, faça o mesmo no seu treino. Dedique-se. Persevere. Brilhe. Porque são nas pequenas decisões do dia-a-dia que se molda um campeão.

Revista MyBOX

A MyBOX é uma revista brasileira com edições bimestrais especializada em conteúdo relacionado a exercícios funcionais, ginásticos e de força, além de treinamentos e aconselhamento nutricional por meio de reconhecidos profissionais da área. Com uma proposta colaborativa, pretendemos unir, engajar e dar voz à comunidade adepta da modalidade fitness em todo o país através da canalização e divulgação de informações e conhecimentos relevantes para a comunidade.

Você pode se interessar também por...