O que é o CORE e por que ele é tão importante?

Para simplificar e ir direto ao ponto, sem um core forte, você irá sofrer tanto no seu dia a dia quanto em todas as áreas do condicionamento físico e esportes de alta performance.

Ele é o centro do nosso corpo, abrangendo a região dos ombros até o meio das coxas, nos planos anterior e posterior e é exigido tanto nas atividades mais simples, como abaixar para amarrar os sapatos, por exemplo, quanto nas atividades mais complexas, como um fazer um levantamento olímpico pesado, seja um clean and jerk ou um snatch.

Seu core é composto pelo reto abdominal, oblíquos (externo abdominal, interno abdominal e transverso), intercostais, serrátil e íliopsoas, quadrado lombar e a região glútea. Todos eles trabalham juntos, como um sistema interconectado, como mostra a imagem abaixo.

core

Os grupos musculares do Core

– O reto abdominal se estende ao longo de todo o abdômen, desde a quinta, sexta e sétima costelas até o osso púbico, na parte inferior. Seu propósito é manter o tronco firme em direção aos quadris.

– Os oblíquos estão localizados em ambos os lados da sua cintura. Eles são essenciais para que você consiga inclinar e rotacionar a parte superior do seu corpo.

– Os intercostais se encontram ao lado do tórax. Sua principal função é fazer com que você consiga elevar e abaixar a caixa toráxica.

– O serrátil, por sua vez, se encontra na parte inferior e lateral da região lombar. Ele é essencial para manter suas escápulas para frente.

– O psoas é o músculo mais profundo e estabilizador do corpo humano. Ele afeta o equilíbrio estrutural, a amplitude dos movimentos, a mobilidade articular e também o funcionamento dos órgãos do abdômen. Ele liga a coluna vertebral às pernas e também é responsável por nos manter em pé.

– O quadrado lombar está situado na parede posterior do abdômen, próximo ao cólon e aos rins. Bastante espesso, este músculo é responsável por flexionar a última costela, ajudando na respiração, e também na flexão lateral da coluna vertebral lombar.

– O músculo ilíaco é um músculo plano e triangular e é parcialmente recoberto pelo psoas. Ele nos permite flexionar as coxas.

– A região glútea é composta por um grupo profundo de pequenos músculos, que são, principalmente, rotadores laterais do fêmur na articulação do quadril, e incluem o piriforme, obturador interno, gêmeos e o quadrado femural. Fortalecer esses músculos te dará mais potência e postura para realizar os exercícios diários na box.

Leandro Alleoni

A MyBOX é uma revista brasileira com edições bimestrais especializada em conteúdo relacionado a exercícios funcionais, ginásticos e de força, além de treinamentos e aconselhamento nutricional por meio de reconhecidos profissionais da área. Com uma proposta colaborativa, pretendemos unir, engajar e dar voz à comunidade adepta da modalidade fitness em todo o país através da canalização e divulgação de informações e conhecimentos relevantes para a comunidade.

Você pode se interessar também por...