Treinar juntos quebra rotina e fortalece vínculos

texto por Karin Kimura e fotos de Rafael Salvador

A prática de exercícios físicos traz benefícios físicos e psicológicos e esse bem-estar acaba se refletindo no relacionamento amoroso de uma maneira positiva. A psicóloga do esporte Júlia Amato explica que, ao treinar junto, o casal tem mais tempo para compartilhar. Além disso, o apoio e o companheirismo inerentes aos treinos acabam fortalecendo o vínculo entre os dois e permitem que o casal desenvolva mais o “olhar para o outro”.

“Há pessoas que não gostam de fazer exercícios em grupo e outras que precisam de companhia para ir à academia. Mesmo se exercitando a dois, cada um tem sua meta individual e isso faz com que a pessoa se comprometa com ela mesma, bem como com o companheiro ou companheira”, disse a psicóloga. “É importante a motivação e o reconhecimento das conquistas do outro para que ambos consigam manter o foco no treinamento de maneira prazerosa”.

Segundo a especialista em psicologia do esporte, é importante que o casal preste atenção à cobrança em relação aos treinamentos. “Para que a prática da atividade física seja prazerosa para os dois, é preciso conhecer os limites e metas de cada um”, ressalta. “A partir do momento que o exercício se torna uma obrigação imposta pelo companheiro ou companheira a motivação pode diminuir e os treinos podem se tornar algo desestimulante”.

CrossFit-Londrina-Casal-02

Você pode se interessar também por...